CASA PAGA E NAO SABIA

Telespectador descobriu que a casa estava paga E NÃO SABIA

Pelo programa do Contas-Poupança um telespectador descobriu que tinha a casa paga 

Pode haver milhares de pessoas que têm a casa paga e não sabem, confira a dica do CONTAS-POUPANÇA

Daniel Pedrogam, um espectador do Contas-poupança acaba de ganhar uma casa por ter visto uma das dicas do programa “Contas-poupança”. Depois de ter visto a reportagem sobre crédito à habitação, foi ao banco tentar baixar o spread e descobriu que tinha a casa paga. Veja ou reveja a reportagem (tem o link para a página da SIC Notícias mais abaixo) e confirme se você ou um familiar seu ou um amigo pode estar na mesma situação.

A vida muda num instante
Pode acontecera qualquer um de nós. Daniel Pedrogam tinha um trabalho estável na Câmara Municipal de Lisboa, como guia turístico (bem, era um guia surpreendente porque trabalhava no Cemitério dos Prazeres) e começou a ter sucesso como fotógrafo.

A história tinha tudo para correr bem, mas algum tempo depois um problema de saúde acabou por interromper a nova carreira de Daniel. Em 2013 foi-lhe diagnosticado um transtorno afetivo bipolar. Esteve internado um mês e meio e esteve 5 anos de baixa.
Foi nessa altura que começou a descobrir que há direitos que as pessoas desconhecem.

Viu o Contas-poupança, o banco pagou-lhe 92 mil euros…
Em 2015, Daniel estava a ver o Contas-poupança na SIC e percebeu que podia negociar o spread do crédito à habitação, trocando para um banco que suportava todas as despesas da transferência. Pediu ajuda a uma das empresas mencionadas na reportagem. Ficou boquiaberto quando lhe disseram que tinha a casa paga pelo seguro de vida, porque o grau de incapacidade definitiva era de 80%.

Depois de multas voltas e reviravoltas com informações erradas pelo caminho, Daniel finalmente compreendeu que precisava estar reformado por invalidez para o seguro lhe pagar a casa. Meteu os papéis para a reforma, com os tais 80% de incapacidade, e dois anos depois recebeu resposta positiva. No final de 2018, ficou com a casa paga. Já tem os papéis todos assinados.

Falta tanta informação
O que mais magoa Daniel é que antes de tudo isto foi ao banco e mostrou o documento com 80% de incapacidade para pedir um desconto no spread e ninguém o avisou sequer da possibilidade do seguro lhe pagar a casa.

A lição que pode tirar do exemplo de Daniel é que enquanto cidadãos e consumidores temos de conhecer os nossos direitos e lutar por eles. A primeira vez que foi à Segurança Social também lhe disseram que não tinha direito à prestação social para a inclusão e afinal tinha. E, foi ao banco pedir um crédito bonificado por ter uma incapacidade superior a 60% e ninguém o informou que podia ter a casa paga.

Leia este artigo completo do CONTAS-POUPANÇA  –> AQUI

Assista aqui a »REPORTAGEM« completa EM VIDEO.